gastronomia

San Andres

 

sanandres5

 

Um mar com 7 tons de azul. Sim, a Colômbia tem Caribe. E que Caribe.

San Andres fica a 700 quilômetros da costa e consegue reunir tudo que as outras ilhas mais badaladas da região possuem.

Praias lindas, de águas cristalinas e sem ondas, areia branca e alguns coqueiros estrategicamente posicionados. Para quem gosta de mergulho, os recifes de coral estão ali a disposição. E ainda conta com uma vida noturna pra lá de agitada, se você gostar de reggae!

Tudo aqui é mais relax e informal, embora também encontre ótimos hotéis, inclusive redes com sistema all-inclusive. Os melhores hotéis da ilha são os resorts Aquarium e Marazul, da rede Decameron.

 

decameron3 BC

 

O Aquarium fica mais no centro, é indicado para famílias ou grupos de amigos. O Marazul é mais afastado, indicado para casais em lua de mel ou para quem curte um pouco mais de paz e isolamento.

Os habitantes de San Andres são muito hospitaleiros, muitos são descendentes de ingleses e jamaicanos, que conversam numa curiosa mistura de espanhol e inglês. Mas não se preocupem, todos entendem inglês.

A ilha fica mais próxima da Nicarágua e da Costa Rica do que da Colômbia continental e entre elas se estende a terceira maior barreira de corais do mundo!

Isso explica grande variedade de tons de azul e verde que se vê no mar. Os bancos de areia sobre os corais, chamados de cayos, são uma ótima alternativa para ver essa mistura de cores de perto – e com exclusividade de uma praia quase deserta. Um dos passeios mais legais é ir de lancha até os cayos e almoçar a bordo.

 

hoyosoplador

 

Outra grande atração ali é o Hoyo Soplador, um sistema de túneis nas pedras que provoca um efeito de gêiser natural ao receber a água do mar.

 

Não deixe de visitar

Cayo Bolívar

Para quem está a procura de paz e tranquilidade, esta pequena ilha há 1h30m de barco de San Andrés é o destino certo, lá não tem nada, nem restaurantes, nem quiosques, muito menos moradores, apenas o mar e a areia branca, para passar o dia, literalmente, no puro ócio.

La Loma

Fica na parte mais alta da ilha de San Andrés, um bairro pequeno e charmoso. Para quem aprecia a natureza há muitas atividades, como trilhas e cavalgadas. Lá está situada a primeira igreja da ilha, a Iglesia San Bautista, com um mirante maravilhoso.

La Piscinita

Que tal alimentar peixes coloridos enquanto pratica snorkeling? Logo na entrada, o turista recebe um pedaço de pão para os peixinhos. Além disso, tem um bar onde são oferecidos diversos coquetéis típicos da região. Avenida Circunvalar (sudoeste da ilha de San Andrés).

Hoyo Soplador

O orgulho de quem vive na ilha de San Andrés. Lá tem uma fonte termal que é produzida graças à pressão que as ondas do mar fazem nas rochas, o que dá um efeito de sopro quando a água pode atingir até 20 metros de altura.

Parque Regional Johnny Cay

Aqui você poderá ver diversos tipos de animais, como iguanas, tartarugas, lagartixas azuis e aves. Ao todo são 45 mil m², com bares e restaurantes que tocam reggae e servem a típica culinária caribenha!

Playa de San Luis

A mais famosa da ilha de San Andrés. Fica do lado leste em uma área repleta de casas com arquitetura típica caribenha.

Rose Cay (Acuario) y Haynes Cay

Fica a dez minutos de barco de San Andrés, é uma conjunto com duas ilhotas conhecida como “Isla del Amor”. Legal para praticar snorkeling, ou apenas admirar a mistura de cores do mar caribenho. Para ir de Rose Cay até Haynes Cay, é só caminhar pela água, que não passa do joelho.

 

sanandres4

 

ONDE FICAR:

Decameron Aquarium http://www.decameron.co

Decameron Los Delfines http://www.decameron.co

Royal Decameron Marazul http://www.decameron.co

Sunrise Hotel http://www.ghlhoteles.com

 

COMO CHEGAR

Há voos diretos para Bogotá com a Tam e Avianca. Com a Avianca, é possível voar de Bogotá a Cartagena ou diretamente a San Andrés. A Lan e a Taca via Lima, e a Copa Airlines, via Cidade do Panamá, que chega diretamente a Cartagena e San Andrés também são boas opções.

 

ANOTE

Aeroporto: Aeroporto Internacional El Dorado, em Bogotá (BOG), ou Aeroporto Internacional Rafael Núñez, em Cartagena

Capital: Bogotá

Moeda: Peso colombiano (US$ 1 = 1.943 pesos colombianos)

Idioma: Espanhol

Visto: Não é necessário para brasileiros

Vacinas: Febre Amarela. Não é obrigatória, mas recomendada.

Código de telefone: 57

Eletricidade: 110 v

Fuso horário: 02 horas a menos que Brasília

Melhor época para visitar: Temperaturas agradáveis o ano todo. A temporada seca é ideal para aproveitar melhor os passeios, vai de dezembro a março e também nos meses de julho e agosto. Bogotá, pela altitude, é mais fria, com média anual de 14 graus.

Informações turísticas: http://www.colombia.travel

 

2 Comments

Bariloche

bariloche15

 

A neve, claro, é o atrativo número um de Bariloche. Mas se engana quem pensa que a cidade é apenas isso, ou somente um destino exclusivo de inverno.

Bariloche é muito mais do que estação de esqui, tem atrativos para todos os gostos: das compras aos restaurantes, dos bares e boates aos cassinos e dos maravilhosos cenários românticos às viagens de aventura.

Estamos em pleno Parque Nacional Nahuel Huapi! O nome do parque é o mesmo do lago, o maior do país, que invade o Chile e é navegável tanto do lado argentino quanto na parte chilena.

A travessia dos lagos, de um país ao outro, é um programa imperdível, mas isso é papo para outro post!

 

bariloche10

 

É bem provável que o hotel que você escolha, ofereça uma grande variedade de passeios e alguns deles valem muito a pena:

Circuito Chico: um dos passeios mais tradicionais de Bariloche. Sai do centro de Bariloche, passando as margens do lago, até chegar ao pé do Cerro Campanário. Ali pegamos um teleférico, daqueles de cadeirinha, que nos leva a uma das mais belas vistas da região.

Isla Victoria e Bosque dos Arrayanes: Passeio de barco que sai de Puerto Pañuelo, pertinho do Hotel Llao Llao (vale um post!) e ruma a Ilha Victoria. Durante o trajeto não se surpreenda com as gaivotas que acompanham o barco o tempo todo. É possível alimenta-las e tirar belas fotos das paisagens. A primeira parada é no Bosque de Arrayanes e é inacreditável a beleza do lugar. As árvores com 300 anos de existência e os caules de cor laranja nos fazem entender porque Walt Disney escolheu aquele lugar para cenário de um de seus mais famosos filmes: Bambi! A próxima parada é a Ilha Victoria. Aproveitam para fazer as trilhas e observar a paisagem.

Puerto Blest: tour de barco até Porto Blest pelo Lago Nahuel Huapi. É possível absorver à tranquila atmosfera da Floresta Tropical de Valdivian (também conhecida como a Selva Patagônia Andina) a apenas 2 km da fronteira com o Chile. O lugar é famoso por suas águas de cor verde originadas de uma das geleiras do Monte Tronador, e das Cachoeiras Los Cantaros. Um cenário lindo!

 

bariloche14

 

Embora o ski seja a atração mais famosa da cidade, diante de tanta oferta, se torna apenas mais um atrativo de Bariloche.

Cerro Catedral é a estação de ski mais democrática da Argentina. Tem pista para todos os gostos: de iniciantes a profissionais. Tem escolinha de ski, preparação para profissionais, lojinhas e restaurantes para quem quer só curtir o momento. Mas não se preocupe se o seu forte não é esquiar. Há inúmeras atividades como travessias em trenó, snowboard, passeios em motos de neve e quadriciclos!

Fica a 16km do centro de Bariloche e o ideal é alugar um carro, solicitar um transfer no hotel ou pegar taxi. Também existem ônibus que passam a cada meia hora e levam direto para a estação.

bariloche8

 

Se o objetivo for apenas esquiar, sugiro que fiquem hospedados em hotéis fora do centro, mais perto da estação. Em alta temporada é mais difícil chegar lá de carro, requer cuidado e habilidade para dirigir com neve na estrada, por isso a vantagem de se hospedar perto.

Mas se escolher ficar no centro, verá que Bariloche é daquelas cidades extremamente acolhedoras. O principal ponto é o Centro Cívico, onde estão a prefeitura, prédios públicos, o Museu da Patagônia e a igreja.

A Calle Bartolomé Mitre é a rua principal do comércio, com várias galerias, muitos restaurantes, bares e preços nem tão tentadores assim. De uns tempos pra cá a coisa mudou e os preços não são mais atrativos como antigamente.

 

bariloche9

 

Ainda assim vale muito a pena conhecer suas lojinhas de souvenir, as lojas de chocolate, e os cafés! Não deixem de caminhar pelas ruas e apreciar a arquitetura e hospitalidade dos habitantes.

Se o seu foco são as boates, vale seguir para a Avenida Alejandro Bustillo, que fica a margem do lago, de onde vemos belíssimas paisagens.

 

bariloche13

 

Bariloche, afinal, não é apenas um destino de inverno (quando chega a lotar demais): com tantos passeios na natureza e serviços de primeira categoria, ela agrada, e muito, o ano inteiro!

 

O que você deve saber:

– A temporada de neve vai de junho a outubro normalmente. É bom ficar atento ao site de Cerro Catedral para saber quando se inicia a abertura da estação de ski.

– Alugar roupas em Bariloche é fácil e rápido. Você pode alugar nas lojinhas do Centro ou direto na estação de ski. Os preços variam muito pouco.

– É melhor alugar transfer do que carro. Na alta temporada as estradas ficam cobertas de neve e é necessário colocar correntes nas rodas e ter habilidade para dirigir.

– É importante fazer reserva nos restaurantes mais badalados da cidade. Com a cidade cheia, os restaurantes formam filas enormes e temos que esperar do lado de fora, sentindo muito frio!

– Todos os hotéis têm sugestões de passeios, mas não deixe de consultar sua agência de viagem para montar um roteiro de passeios otimizado.

– Não se esqueça de solicitar um seguro viagem que cubra acidentes nas estações de ski. Acidentes acontecem e muitas pessoas acabam não fazendo a cobertura correta para este tipo de viagem.

 

Como Chegar:

Há voos via Buenos Aires ou Santiago, voando Aerolíneas Argentinas, LAN, GOL ou TAM. Em julho, existem voos direto para Bariloche.

 

Não Perca:

– Os passeios a Ilha Victoria, Bosque de Arrayanes, Puerto Blest, Villa La Angostura

– Passeio pelas ruas do centro para apreciar as construções de madeira, as janelas com cortinas como as de uma casa de boneca.

– As maravilhosas lojinhas de chocolate! Vale a pena levar de lembrança.

 

Compras:

Abuela Goye: Nossa preferida! Loja fofa, com a vovó por todos os lados, chocolates com vários recheios, empanadas deliciosas e souvenirs lindas!

Chocolates Mamuschka: Loja fofa e super bem decorada. Vende os chocolates mais gostosos da região.

Velas Belén: É uma lojinha super famosa, cheia de velas de todos os tipos, cores e cheiros!

Chocolates Fenóglio: atrai adultos e crianças com seus gnomos fabricando chocolate. Sabores diferentes e deliciosos!

Arbol: Roupas lindas de invernos!

Roxxana Prandi: Lojinha de artesanato.

 

Onde ficar:

Llao Llao Hotel & Resort Spa Golf  http://www.llaollao.com/ing/

Villa Huinid Resort & Spa  http://villahuinid.com.ar/pt/

Hotel Edelweiss (centro)  http://www.edelweiss.com.ar/

Dazzler Bariloche (centro) https://www.dazzlerhoteles.com/pt/

Cacique Inacayal Hotel (centro)  http://www.hotelinacayal.com.ar/

Kenton Palace Hotel  http://www.kentonpalace.com.ar/pt/

 

Restaurantes:

Família Weiss: Restautante super tradicional, bem localizado, grande, pertinho de tudo e delicioso. Serve a deliciosa culinária patagonica. Nossa dica é experimentar os pratos diferentes com cervo, javali e também as cervejas locais!

Casita Suiza: Restaurante delícia, pequenininho e muito charmoso. Funciona como pousada também. É necessário fazer reserva para jantar com tranquilidade. A pedida é a fondue de queijo e as sobremesas.

La Marmite: Uma casa de pedras charmosa e aconchegante, clima romântico e comida deliciosa. A variedade é grande vai de trutas a fondue.

Kandahar: Quer jantar a dois num ambiente a luz de velas e super aconchegante? Esse é o lugar. Comida maravilhosa e ótimos vinhos. O restaurante é bem pequeno, por isso sugiro fazer reserva.

Tarquino: Um pouco mais distante do centro, mas vale a pena pegar o carro e ir. Restaurante lindo, todo em vidros, com lareira, decoração incrível, muito romântico e comida maravilhosa! Façam reserva, o restaurante fica bem cheio no jantar!

Rincón Patagônico: Culinária patagônica. Parrilladas, trutas e fondues! Um clássico.

 

Anote

Aeroporto: Aeroporto Internacional Teniente Luis Candelaria, na Província de Rio Negro, que provê a cidade de San Carlos de Bariloche.

Moeda: Peso Argentino (US$ 1 equivale a 3,97 pesos argentinos)

Idioma: Espanhol

Visto: Não é necessário para brasileiros

Vacinas: Não é necessário

Código de telefone: 54

Eletricidade: 220V

Fuso horário: Igual ao horário de Brasília

Melhor época para viajar: É agradável o ano inteiro. O inverno normalmente vai de junho a outubro.

 

2 Comments

Rio Restaurant Week

Para os amantes da boa gastronomia, hoje começa o Rio Restaurant Week!

Já imaginou jantar naquele restaurante chiquérrimo ou almoçar no restaurante mais badalado da cidade por um preço super razoável?

 

brigites

 

É esse o objetivo do evento, proporcionar aos cariocas a oportunidade de degustar as criações dos melhores restaurantes da cidade e ainda exercer o seu lado social!

Sim, os restaurantes sugerem aos clientes uma contribuição de R$ 1 a cada refeição. Todo o valor arrecadado será destinado ao Instituto Ayrton Senna.

levin

 

Serão oferecidas duas opções do cardápio para que o cliente escolha a de sua preferência.

No almoço o preço praticado é de R$ 34,90 e no jantar é de R$ 47,90. Incluídos entrada + prato principal + sobremesa.

 

resto

 

O evento está em sua 8ª edição e vai de 20 de maio a 02 de junho.

Imperdível para os comensais!

 

Nossas dicas para jantar a dois no Rio Restaurant Week:

Le Vin Barra

Quadrifoglio – Village Mall

Nam Thai Restaurante Tailandês

Brigites

Sawasdee Bistrô

Oui Oui

Restô

 

Foto Divulgação Rio Restaurant Week

0 comment

Curaçao

Curaçao é um pedaço de céu em terras caribenhas.

São 60 pontos de mergulho, 38 praias e um centro de 300 casas que é patrimônio da humanidade. Impossível não se apaixonar!

E é por isso que muitos casais escolhem a ilha como seu destino de lua de mel: as maravilhas naturais desse pequeno paraíso na terra, com seu mar azul-turquesa, areia branca e sol quase todos os dias do ano fazem com que a ilha vá além das expectativas.

O lugar é tão colorido que até o famoso licor criado lá, o Curaçao Blue, nem sempre é azul. Também pode ser verde, amarelo, vermelho e até branco, mas sempre com gosto de laranja.

 

As praias tem águas claras e mesmo de snorkel é possível ficar frente a frente com cardumes de peixes coloridos, arraias e tartarugas-marinhas. Pra quem gosta, vale a pena encarar os cilindros para fazer um passeio nas profundezas do oceano.

A visibilidade submarina em Curaçao é de cerca de 30 metros, e permite ver com nitidez mais de 50 espécies de corais e 500 de peixes.

Há também atrações como uma barreira submarina artificial, construída com carros antigos afundados com o propósito de formar uma espécie de barreira de arrecifes.

A melhor maneira de conhecer Curaçao é alugando um carro, mesmo que seja por um dia. Você terá liberdade para explorar a ilha e descobrir as belas praias que lhe esperam.

A não ser que você vá passar uma temporada longa em Curaçao, não terá tempo de visitar todas as praias da ilha. Mas não se preocupe, as distâncias são curtas, então, basta perguntar diretamente pelos destinos que você não pode perder: Jan Thiel Beach, Kenepa, Kontiki Beach e Port Marie. São todas praias públicas e que valem a visita.

Se quiser mais exclusividade e mordomia, há praias particulares que funcionam como parques. A mais visitada é a Seaquarium Beach, onde a atração principal é nadar com golfinhos.

Inclua Cas Abou em seu roteiro também. Para quem gosta de conhecer os habitantes locais, um bom lugar (também pago) é a Praia da Baía Azul, a oeste da capital. Bares, restaurantes e um parque infantil, além de um centro esportivo com passeios de caiaque no mar, são algumas das atrações.

Cerca de 300 sobrados coloridos, de estilo colonial holandês, dão o tom da capital de Curaçao, Willemstad.

A cidade, cujo centro histórico foi tombado pela Unesco como Patrimônio da Humanidade desde 1997, é dividida em duas partes, Punda e Otrabanda, separadas pela baía de Santa Anna.

O agito fica por conta da vida noturna, e um dos locais mais animados é o Barbarossa, restaurante a bordo do Negrita, barco ancorado no píer da cidade.

Quem preferir jantar com música ao vivo pode se dirigir para o Chogogo Terrace e apreciar a famosa Amstel Bright – cerveja feita com água do mar dessalinizada. E para os apostadores, os cassinos também são uma ótima opção de divertimento na noite da capital.

Se a ideia for badalar à beira-mar, as discotecas da costa oeste fervem. Em Mambo Beach, turistas e locais dançam com o pé na areia até o sol raiar. Aproveite para pedir algum drinque à base do Curaçao Blue.

Caso você prefira outro tipo de culinária, alguns hotéis oferecem opções rápidas e mais econômicas. É o caso dos hotéis Trupial Inn, Floris e Lions Dive.

DICAS

Como chegar

As melhores opções de voo são com a Avianca, via Bogotá e a Copa, via Panamá.

Aeroporto: Aeroporto Internacional de Curaçao (CUR)

Capital: Willemstad.

Moeda: Florins das Antilhas Holandesas (US$ 1 equivale a 1,79 florins das antilhas).

Idioma: Papiamento e holandês, mas o inglês e o espanhol também são falados.

Visto: Não é necessário para os brasileiros.

Vacinas: Febre Amarela. Não é obrigatória, mas recomendada.

Código de telefone: 599

Eletricidade: 110V

Fuso horário: 01 hora a menos que Brasília.

Melhor época para viajar: O ano todo, temperatura média de 28°C, e com a vantagem de estar fora da rota dos furacões.

Informações turísticas: http://www.curacao.com/pt

 

NÃO DEIXE DE VISITAR

The Rif Fort

Construído em 1828, este forte atualmente se transformou em um centro de compras com lojas, restaurantes, bares, sorveteria, café e um terraço com vista ao porto.

Sea Aquarium

Passeio ideal para crianças oferece uma experiência única de convivência com espécies marinhas em seu habitat natural. (5999) 461 6666

Licor Curaçao

Que tal visitar a Mansion Chobolobo, onde está situada a fábrica do famoso Licor Curaçao? Lá tem uma loja que vende além do licor, é claro, souvenirs.

 

GASTRONOMIA

Bistro le Clochard

Variedade de pratos, além de uma série de ingredientes típicos do Caribe. Riffort Otrabanda (5999) 462 5666 bistroleclochard.com

Scampis Eet Café

Fica nos Arcos Históricos do Porto de Punda. Os pratos são à base de frutos do Mar. Uma sugestão é a lagosta caribenha, uma delícia. Waterford Boog, 7 – Punda (5999) 465-0769

The Wine Cellar

Especializado na gastronomia francesa. Concordiastraat, Willemstad. (5999) 461-2178

Mangos

Cardápio variado que vai desde peixes e frutos do mar a american food. De Savaan 10A, Willemstad (5999) 869-2450

Fusions Restaurant and Bar

Tem cardápio variado com mais de 150 pratos que mistura a culinária local e a internacional. Salina Galleries, Salina, Willemstad (5999) 465-8821

Emerald Lounge Sea Food Beat

Aperitivos à base de frutos do mar, como bolo de caranguejo e atum fresco. Piscadera Bay, Willemstad (5999) 736-8800

 

NOITE

Curaçao é conhecida pela animada vida noturna. Não deixe de pedir no seu hotel o guia de entretenimento. K-Pasa (http://www.k-pasa.com)

Mambo Beach

Seaquarium Bapor Kidra, s/n (5999) 461-8999 http://www.mambocuracao.com

Hemingway

Bapor Kibra z/n (5999) 465-7040 http://www.hemingwaybeach.com

Bermuda

Scharlooweg, 72-76, em Punda (atrás do The Movies), Willemstad (5999) 461-4685 http://www.bermudacuracao.com

Cassinos

Curaçao oferece diversos cassinos a seus visitantes, a maioria nos principais hotéis da ilha.

 

COMPRAS

Curaçao é um ótimo destino para compras, principalmente por ser uma região Dutty Free. Em Punda estão as principais lojas de marcas famosas, de perfumes, souvenirs e eletrônicos. Em Otrobanda, Breedestraat é uma das ruas principais onde estão as lojas mais conhecidas.

Nos arredores de Willemstad existem elegantes centros de compras como Bloempot, Saliña Galerias, Córrego, Zuikertuin Mall e Winkelcentrum 77, em Jan Noorduynweg.

O comércio local tem horário diferenciado, alguns fecham por volta das 18 horas e outros na hora do almoço. Se for deixar pra fazer aquela comprinha depois, é melhor se certificar!

 

Fonte: Viajando a Dois; Drift Tur; Adv.

1 Comment

Jamaica

jamaica

Tudo bem, outras ilhas do Caribe são mais ricas. Ou exclusivas. Ou até bonitas. Mas a Jamaica exportou sua cultura para todo o caribe.

Trancinhas nos cabelos (os dreadlocks), reggae, enormes boinas de lã e até o jeito malemolente de andar, nasceu na terceira maior ilha do Mar das Antilhas.

É o que se pode chamar de jamaican-way-of-life. Quem vem em busca desse estilo não se frustrará.

Negril tem 11 quilômetros de praias, com águas mansas como as de uma piscina.

As baías de Long Bay e Orange Bay são ótimas opções para começar a conhecer a ilha. Na hora do almoço, experimente os jerks, petiscos de carnes marinadas. Ou as empanadas patties. Mas cuidado, vem tudo apimentado.

West End é o trecho dos penhascos e piscinas naturais. Fim de tarde, vai juntando gente, para ver o pôr-do-sol e tudo termina no famoso Rick’s Cafe.

riuochorios

Outra dica é tirar um dia para conhecer e beber uma cerveja Red Stripe na praia Doctor Cave’s, em Montego Bay.

É um lugar daqueles em que relutamos a sair. Há quem consiga. Para esses, as dicas são: ir a Rose Hall Great House e ao vilarejo Falmouth, com linda arquitetura georgiana (sim, a Jamaica foi colonizada pelos ingleses).

Se vocês gostam de aventura, um rafting no Rio Martha Brae também é programa divertido!

A praia de Ocho Rios é linda e tem aquele cenário clássico de casais andando de mãos dadas curtindo o clima romântico no ar.

Para quem curte natureza, o legal é escalar, a dois, as pedras da Cachoeira Dunn’s River Falls.

Outros passeios levam a Goldeneye e Firefly. A primeira foi a casa do escritor Ian Fleming, autor da série OO7 e virou um hotel. A praia em frente chama-se Bond… James Bond.

Ritz_Jamaica

 

A Jamaica também tem sua Graceland, mas nesse caso, é a casa onde Bob Marley nasceu, no vilarejo de Nine Miles. Tudo lá gira em torno do músico. Na casa estão todos os discos, objetos, roupas e muitas outras coisas.

O lugar tornou-se ponto de encontro dos rastafáris e seguidores da religião que propõe a volta dos descendentes de escravos à África. Nine Miles fica próximo da capital da Jamaica, Kingston.

Em Kingston, a dica é fazer uma visita a belíssima Devon House, uma mansão do século 19. É tão grande que tem espaço suficiente para restaurantes muito bons, como o Norman’s on the Terrace e o Devonshire.

JAMAICA_PORT

O lugar mais elegante da Jamaica é Port Antonio. Quando era menos badalado, foi frequentado por astros e magnatas de Hollywood. Um deles foi visitar a Lagoa Azul — um encanto! — e inspirou-se para produzir o filme do mesmo nome.

Os resorts na Jamaica são tão auto-suficientes que se você quiser casar por lá, basta pedir: “Queremos nos casar”. A cerimônia será celebrada nas areias com direito a espumante da melhor qualidade, frutos do mar e muita pimenta.

Costumo recomendar aos casais que querem ir a Jamaica, o Sandals Royal Caribbean Resort & Private Island em Montego Bay. Além de lindo e super luxuoso o lugar tem serviço all inclusive, e os quartos para lua de mel tem piscina particular. O hotel trabalha com Butler Service, um serviço disponível apenas para o nível mais alto das suítes, onde todas as suas vontades são antecipadas e atendidas pelo seu próprio mordomo pessoal. Tudo muito chique!

royalcaribbean

 

O que você deve saber:

• A maioria dos resorts all inclusive da Jamaica não cobram gorjetas, nem aquelas taxas de impostos.

• Pergunte sempre antes de fotografar um rastafári, nem todos gostam de aparecer.

• Os resorts oferecem excursões para as principais atrações. Mas, se quiser ir um pouco mais longe, alugue um carro, lembrando que a mão é inglesa. O transporte público na ilha é precário, não arrisque!

• Toda grande cidade tem uma feira. Em Ocho Rios você encontrará uma réplica do Taj Mahal, trata-se de um shopping dutyfree.

• Importante: vários passeios são oferecidos com saídas de mais de uma localidade. Normalmente os passeios de Negril e Montego Bay são os mesmos, assim como os de Montego Bay e Ocho Rios, cuidado para não repetir os mesmo passeios.

Os melhores passeios na Jamaica

Bamboo River Rafting – não deixe de fazer este rafting em canoa de bamboo pelo rio Martha Brae.

Rose Hall Great House – viva a experiência da época colonial britânica visitando esta construção de 300 anos.

Dolphin Cove – parque aquático para nadar com golfinhos e tubarões

Dunn´r River Safari – tour em 4×4, por lindas paisagens que termina na famosa cachoeira.

Bob Marley Jeep Tour – passa por lugares que marcaram a vida do cantor, inclusive Nine Miles e seu mausoléu Bobsled Jamaica, possui um percurso de 1.000m de descida em trenós, de alta tecnologia, em alta velocidade na floresta. Imperdível!

Pier One – A mais animada festa na sexta-feira à noite! Na Howard Cooke Blvd.

Margaritaville Ocho Rios – complexo de entretenimento durante o dia com restaurante (cozinha jamaicana) e a noite um dos bares mais animados.

 

Anote

Aeroporto: Aeroporto internacional de Sangster, em Montego Bay e Aeroporto Norman Manley, em Kingston

Capital: Kingston

Moeda: Dólar jamaicano (US$ 1 equivale a 89,68 dólares jamaicanos)

Idioma: Inglês

Visto: Não é necessário

Vacinas: Febre amarela

Fuso horário: 02 horas a menos que Brasília

Melhor época para visitar: Temperatura média de 28ºC, mas de agosto a novembro existe o risco de furacões.

 

Onde ficar

Gran Bahia Principe Jamaica  http://www.bahia-principe.com/en/hotels/runaway/resort-jamaica/

Iberostar Grand Hotel Rose Hall  http://www.iberostargrandhotel.com/

Riu Montego Bay  http://www.riu.com/pt/home.jsp

Secrets St. James  http://www.secretsresorts.com/st-james-montego-bay

Sandals  http://www.sandals.com/destinations/jamaica.cfm

 

Fonte: Viajando a Dois, Drift, Nascimento, Adv.

Foto Divulgação

28 Comments