25/03/2014

sprinkles

 

Dica para quem está em New York e adora um doce!

A Sprinkles Cupcake é uma lojinha pequena, meio escondidinha, mas que revela uma grande surpresa quando a gente entra.

Loja linda, decoração impecável, atendimento ótimo e com os melhores cupcakes da vida. Tem vários sabores e dois tamanhos.

Gostei muito dos pequenos (mini cupcakes), dá para provar mais de um sabor e não enjoa. A massa é leve, desmancha na boca e o sabor é delicioso.

 

sprinkles2

 

Tem varias lojas espalhadas pelos EUA. A de NY fica na Lexington com a 60th, pertinho da Bloomingdale’s.

 

foto-9

 

Tem mesinhas em formato de cupcakes, talheres personalizados, camisetas e chaveiros com os cupcakes da marca. O ambiente é super aconchegante e lúdico.

 

foto-10

 

A loja também vende sorvete de vários sabores, e tem várias embalagens lindas para presentear ou levar para casa.

 

Sprinkles ice

 

A gente provou ali mesmo e a dica é o sabor Dark chocolate, com massa e lascas de chocolate belga. Delicioso!

Outras opções:

- Black and White

- Banana

- Red Velvet

- Lemon

- Cinnamon Sugar

- Vanilla Milk Chocolate

 

foto-7

 

 

Sprinkles Cupcake

780 Lexington Avenue – New York, NY.

http://www.sprinkles.com


24/01/2014

passport-france

 

Não importa quantas vezes você já foi ou se nunca esteve lá.

Por tudo que lemos, ouvimos e assistimos por aí, conhecer o país mais charmoso do mundo, passou a ser sonho de consumo.

Quem já morou lá afirma que não há lugar no mundo mais romântico para viver! É bem provável que nunca acabe a quantidade de lugares lindos para conhecer nesse país, uma vez que cada lugar que visitamos parece outro quando voltamos ou conversamos sobre.

Passar 30 dias na França parece pouco tempo diante de tanta beleza, cultura e historia para conhecer.

A lista abaixo foi elaborada pelo site Hostel Bookers, especializado em hostel e hospedagem mais barata para quem quer ou pode ficar muito tempo descobrindo um só país.

Se você esta de malas prontas para conhecer a França, nao deixe de espiar essa listinha! Voilà


1) Gorges du Verdon

Imagine um rio de águas turquesas atravessando um gigante cânion, rodeado de imponentes falésias de calcário que sediam, em seu topo, campos de lavanda com visual cor de púrpura e suaves aromas. Ok, pode parar de sonhar acordado. Tudo isso e mais fazem do Gorges du Verdon, nos Alpes de Haute-Provence (sudeste da França), um dos mais belos parques regionais franceses.

gorges

 

 

2) Monte Saint-Michel

Icônica paisagem da França, a pequena aldeia de Mont-Saint-Michel fica no topo de uma ilha rochosa. É um dos pontos turísticos mais visitados da Franca, especialmente por causa do fantástico mosteiro classificado como Patrimônio Mundial da UNESCO. Para aproveitar melhor o local, é recomendado informar-se sobre as condições das marés: na maré baixa, pode-se caminhar do continente para a ilha, enquanto que, se as águas sobem, o caminho de areia até o Mont-Saint-Michel é coberto rapidamente.

mon-6

 

 

3) Castelos do Vale do Loire

Um banho de cultura e história da França ao longo do Rio Loire. Pelo menos 20 belos, majestosos e fascinantes “châteaux” (castelos ou palácios) merecem uma visita, além de outros tantos menores “escondidos” em estradas paralelas. Maravilhas arquitetônicas, como os castelos de Chambord, Blois, Villandry, Chenonceau e Amboise, estão à disposição dos visitantes no Vale do Loire, reconhecido como Patrimônio Mundial da UNESCO.

Franca-Vale-do-Loire

 

 

4) Falésias de Étretat

Os belos e misteriosos penhascos que formam as falésias de Étretat, na região da Alta Normandia (norte da França) formam uma das paisagens mais famosas e visitadas do país. Tamanha beleza, aliás, inspirou diversos artistas e escritores no passado – de Monet a Guy de Maupassant, ambos apaixonados pelo Porte d’Aval, o mais famoso dos três penhascos em forma de arco – os outros são Porte d’Amont e o Manneporte. Mesmo a pequena aldeia de Étretat (com cerca de 1.500 moradores) vale uma visita, com seu mercado medieval e as belas mansões e vilas antigas que compõem a inspiradora arquitetura da região.

etretat-normandia-franca

 

 

5) Palácio de Versalhes

O que foi concebido, no século 17, como um modesto pavilhão de caça para Luís XIII, tornou-se um dos mais espetaculares “châteaux” do mundo. A oeste de Paris, o Château de Versailles é parada obrigatória para quem vai à França, graças à toda pompa, luxo e ostentação de seus aposentos. O prédio é espetacular, mas são os excepcionais jardins que ganham destaque especial. Criado por Le Nôtre, contém espaços como o Grand Canal, a Orangerie, o lago da Suíça, a Fonte de Netuno, a fazenda de Maria Antonieta, o Grand Trianon e o Petit Trianon, um mais lindo que o outro, e onde se podem gastar horas e até dias admirando.

versailles_ticket

 

 

6) Cidadela medieval de Carcassonne

A pequena cidade de Carcassonne, a 90km de Toulouse, existe desde o século 1 a.C., então uma cidade romana. Foi transformada em uma fortaleza no século 9 para defender-se contra os espanhóis. Seu espetacular conjunto arquitetônico medieval, cercado por 59 torres e barbacãs, está  inscrito como Patrimônio Mundial da UNESCO. Os destaques são a magnífica Basílica de St. Nazaire (São Nazário) e o Château Comtal (Castelo dos Condes). Foi renovada no século 19, e depois passou a receber visitantes. À noite, os muros da fortaleza iluminam-se e ficam mais belos, dando à cidade um charme único.

Carcassonne-vignes

 

 

7) Ilha de Ré

Na costa oeste da França, uma pequena ilha ligada por uma ponte à cidade de La Rochelle, virou um famoso resort de férias, atraindo celebridades como Johnny Depp e a Princesa Caroline de Mônaco. O lugar é mesmo um charme só, com ruas de pedras, boutiques, restaurantes, belas praias e um porto (La Flotte-en-Ré) repleto de simpáticos cafés e bistrôs. Destaque para Saint-Martin-de-Ré, a aldeia principal da ilha e seu centro administrativo, com seus fortes tombados como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

st-martin-de-re-ile-de-re

 

 

8) Reserva Natural de Camargue

Localizado entre a terra e o mar Mediterrâneo, em Bouches du Rhône, no sul do país, o Parque Regional de Camargue é uma região de rara beleza natural. Trata-se de uma zona úmida de importância internacional, com a maior população de flamingos da Europa. Cavalos selvagens e touros negros que passeiam pelos campos também são marca registrada de Camargue. O labirinto de canais, lagoas, dunas e canaviais é um paraíso para os ornitólogos e amantes da natureza em geral, que podem explorar a área a pé, de bicicleta ou a cavalo.

DSC_0698

 

 

9) Vulcões de Auvergne

Bem-vindo à terra dos vulcões adormecidos, local dominado por montanhas e planaltos, Auvergne (ou Auvérnia), bem no centro da França, é daquelas regiões que desfrutam de uma paisagem única. Lá está o Parque Natural Regional dos Vulcões de Auvergne, o maior do gênero na Europa. O parque é lar de quatro maciços vulcânicos. Os vulcões mais jovens da região (cerca de 8.000 anos) formam a famosa Chaîne des Puys – destaque para o impressionante Puy de Dome. Tem ainda o parque temático Vulcania, que conta tudo sobre os vulcões e outros fenômenos naturais da Terra.

72cab7315b_3

 

 

10) Marais Poitevin

O apelido já diz tudo: a “Veneza verde”. São muitos de canais de água verde, numa área de pântano, espalhados pelas regiões de Pays de la Loire e Poitou-Charentes. A cor verde é característica dos vegetais de álamos, salgueiros e caniços que dão ao Marais Poitevin uma cara única, aliada às vastas fauna e flora locais. É um verdadeiro refúgio para relaxar enquanto se passeia de barco pelos belos canais – há diversos piers para aluguel das pequenas embarcações, conduzidas pelos “gondoleiros”.

Le paradis, marais poitevin

 

 

11) Porto de Honfleur

A pequena cidade portuária de Calvados, na Normandia, tem charme próprio e atrações variadas – a bela Igreja de Sainte-Catherine, com sua arquitetura peculiar em madeira; os museus e a forte expressão artística, com sua escola de arte tendo contribuído para o surgimento do movimento impressionista (nomes como Monet, Courbet e Boudin passaram por lá), etc.. Mas é seu porto que atrai mais visitantes: o “Le Vieux Bassin”, lembra Amsterdam, com suas casas estreitas e coloridas e telhados de ardósia, e é um convite ao romantismo. Um jantar no terraço de um bistrô desfrutando os tradicionais mexilhões da região ficará pra sempre na memória!

Porto_di_Honfleur

 

 

12) Paris e seus monumentos

Como deixar a capital de fora da lista? Ímpossível. Paris respira arte, cultura, história, arquitetura, tradição, romance e beleza. Milhares de monumentos fazem a festa de qualquer visitante: do Museu do Louvre – uma antiga residência real, com sua pirâmide de vidro no pátio – às simbólicas Catedral de Notre-Dame e a Sacré-Coeur,  ao sempre imponente Panteão. Se a Torre Eiffel é o símbolo máximo de Paris, é no bairro de Montmartre que um café no fim de tarde terá um gostinho especial. Termine com um passeio noturno pela Pont des Arts, e irá entender porque Paris é uma das cidades mais visitadas do mundo!

Torre-Eiffel-Autumn-900x1600

 

 


18/10/2013

Faz tempo que queria fazer um post com os itens que mais uso nas minhas viagens curtas, de fim de semana!

Uma das coisas mais importantes quando estamos arrumando a mala ou bolsa de mão é selecionar os gadgets indispensáveis para levar junto com os outros itens que já carregamos na bolsa.

Em todas as minhas viagens eu costumo levar: máscara de dormir, travesseirinho, máquina fotográfica, remédios, cadeados, creme de mãos e etc. Mas as vezes ficamos tão concentrados em arrumar roupas e acessórios, que esquecemos coisas essenciais para fazer uma viagem melhor.

Fiz uma listinha com itens que devemos sempre lembrar:

 

Travel Must Have

 

1) Ipad / Tablet! Não consigo viajar sem o meu. Seja para ver uma notícia, responder um email, postar, ler livros, falar no facetime. Ando com o meu o tempo todo e é uma das primeiras coisas que lembro de pegar.

2) Máscara de dormir e travesseirinho: duas coisas que eu adoro e sinto muita falta quando esqueço. Tem coisa melhor que tirar um cochilo no meio de um voo ou na estrada, com conforto e sem aquela claridade toda?

3) Adaptador universal. Depois de inúmeros casos em que chego no hotel e a tomada (do telefone, notebook, secador, câmera) não funciona, resolvi comprar um adaptador universal. E foi uma das melhores aquisições que fiz para minhas viagens. Além de garantir que vou conseguir conectar todos os aparelhos, fico tranquila em saber que não vou explodir nada, usando uma voltagem diferente da prevista.

4) Máquina fotográfica. Sempre fui louca por fotografia, mas depois que fiz um curso especializado, passei a levar minha câmera para todos os lados. E ter um case apropriado e pequeno para carregar na bolsa é essencial. Como uso mais de uma lente e acessórios, levo apenas uma no case e as outras vão na mala mesmo. Assim estou sempre preparada para registrar todos os momentos da viagem.

5) Hidratante. Levo sempre um creme de mãos em qualquer viagem. Prefiro as embalagens pequenas, de viagem mesmo… é ótimo porque cabe em qualquer bolsa e te ajuda a manter sua pele hidratada e limpa.

6) Capa de celular com bateria. Outra ótima aquisição. Ninguém gosta de ficar sem bateria no meio de uma conversa, ou de chegar no lugar e não conseguir se comunicar. Essa capa com bateria é super prática e útil no caso de uma emergência. Ainda mais hoje em dia que não conseguimos nem chegar no final do dia com bateria no suficiente no telefone… é melhor se precaver. Já me salvou várias vezes.

7) Cadeados! Sei que muita gente não usa, mas eu sempre uso e levo mais de um na bolsa. Acabo sempre trazendo uma mala extra ou algo que preciso fechar, mesmo que não despache. Como levo muitos gadgets para blogar e fotografar durante as viagens, acabo sempre trancando as malas que ficam no hotel. Minha dica é levar sempre mais de um para não deixar nada solto por aí.

 

E vocês? Quais são os itens que nunca deixam de levar numa viagem?

 


23/08/2013

il pellicano7

 

Dica de restaurante na Toscana

Se você está de mala pronta para curtir o verão na Toscana, vale a pena levar essa dica.

O restaurante fica no Il Pellicano Resort, um hotel lindo, exclusivo e um pouco mais isolado que os outros. É um hotel 5*, com serviços personalizados e uma equipe de primeira.

A Travel & Leisure e Conde Nast frequentemente citam o restaurante e o hotel como um dos melhores do mundo.

 

il_pellicano

 

Como não podia deixar de ser, o restaurante oferece culinária mediterrânea. Ingredientes frescos, carnes finas, frutas e legumes orgânicos. A carta de vinhos é ótima.

Todos os dias eles apresentam um tipo de azeite extra virgem diferente. Os azeites são dos produtores da região, que fazem questão de dar todas as explicações de como foi feita a colheita, sobre o processo e claro, o resultado final.

O Chef Antonio Guida está constantemente desenvolvendo novos pratos e combinações diferentes para saciar os mais exigentes.

 

ilpelicano8

 

Em abril e outubro, o hotel oferece cursos de culinária, onde os hóspedes aprendem os segredos da culinária mediterrânea!

Durante o dia também é servido ali o lendário brunch do Il Pellicano. Maravilhoso!

 

Il_Pellicano2

 

Mas se tiver que escolher apenas uma refeição no local, sugerimos o jantar. Reserve uma mesa à luz de velas no terraço e prepare-se para uma noite inesquecível!

 


Página 1 de 212